DIFERENÇA ENTRE DROGARIA E FARMÁCIA MAGISTRAL | ENTENDA AGORA

Data: 16/12/2019 |

Você sabia que o estabelecimento que você conhece como farmácia na verdade é uma drogaria? No Brasil, para ser considerado uma farmácia, o estabelecimento deve, além de vender medicamentos, também manipular fórmulas oficinais e magistrais. Farmácia de verdade é a farmácia de manipulação!

DIFERENÇA ENTRE DROGARIA E FARMÁCIA MAGISTRAL | ENTENDA AGORA

FARMÁCIAS


Farmácia magistral, ou de manipulação, é o único estabelecimento no país que tem licença para manipular medicamentos e fórmulas, prestar assistência farmacêutica quanto ao uso correto de medicamentos manipulados, além de manipular medicamentos que são produzidos de acordo com a prescrição médica, oferecendo um tratamento personalizado e adequado à necessidade de todos os tipos de clientes: crianças, idosos, pacientes em cuidados paliativos, alérgicos a cosméticos industrializados, entre outros.


Outro aspecto IMPORTANTÍSSIMO. Apenas as farmácias de manipulação têm permissão para ter laboratórios próprios de acordo com a RDC 33/2000 alteradas pelas RDC 67,RDC87,RDC21 e manipular medicamentos a partir das Boas Práticas de Manipulação sendo um local de preparação, compra e dispensação de medicamentos.





DROGARIAS


Já as drogarias comercializam todos os tipos de remédios produzidos apenas pela indústria farmacêutica inclusive os chamados controlados – aqueles com tarja preta, ou seja, o conteúdo é de alto risco e não podem ser vendidos sem prescrição médica.


As drogarias ainda têm permissão de dispensação e venda de remédios com tarja vermelha – que não representam riscos à vida, mas podem apresentar efeitos colaterais ao uso, por isso devem ser dispensados apenas com apresentação de receita médica. Nas drogarias também se encontra produtos para manutenção da saúde e de higiene pessoal.


Agora você deve estar se perguntando: Por que muitos proprietários de Drogarias colocam Farmácia mesmo que o estabelecimento não manipule nenhum tipo de medicamento, apenas os vende? Porque não existe uma regra ou lei que determine que a razão social ou nome fantasia de uma drogaria não possa ser o nome de farmácia. 


Sandra Bonfanti - Farmacêutica