O QUE É GLUTAMINA, QUEM PODE TOMAR E ONDE COMPRAR?

Data: 21/01/2021 - Metabolismo - Imunidade - Massa Muscular

Com tanta influência da mídia para uma vida saudável e um corpo perfeito, as pessoas estão inclinadas a mudanças de hábitos, praticando atividade física e levando um estilo de vida mais saudável. Para isso, estão frequentando academias e procurando acompanhamento nutricional. Associado aos novos comportamentos, depara-se com a crescente oferta de suplementos alimentares como a Glutamina.

O QUE É GLUTAMINA, QUEM PODE TOMAR E ONDE COMPRAR?

Atualmente há excesso de informações sobre suplementação voltada para os praticantes de atividade física e frequentadores de academia, e, por isso, este artigo tem objetivo de esclarecer e informar nossos leitores acerca do uso da suplementação de Glutamina.



Glutamina – O que é?

A glutamina é o aminoácido livre mais abundante no plasma e no tecido muscular, sendo também encontrada em concentrações relativamente elevadas em outros tecidos corporais para equilíbrio e o funcionamento normal destes, com destaques para o sistema imune e intestino.



Vamos entender melhor o que é a glutamina:

A glutamina, como mencionado acima, é o aminoácido mais abundante no corpo humano, onde 80% é produzida pelo organismo e 20% vêm da alimentação através do consumo de proteínas (carne, frango, leite, ovo, leguminosas). Trata-se de uma das moléculas que formam a proteína necessária para nutrir e reparar tecidos diversos (pele, unha, músculos, órgãos).



Para que a glutamina é indicada?

Eventos cirúrgicos, queimaduras, HIV, câncer e exercícios físicos intensos e prolongados são algumas situações em que se observa que o consumo de glutamina excede a capacidade de síntese corporal.


As células do cérebro, pulmões, coração e tecido adiposo são produtoras regulares de glutamina, enquanto que as células do intestino, sistema imune, rins, baço e pâncreas são consumidoras. Já os músculos esqueléticos e o fígado podem tanto produzir, quanto consumir glutamina, dependendo das condições fisiológicas.


Desta forma, a suplementação da glutamina é utilizada como recurso ergogênico, atuando na atenuação da lesão, inflamação e imunossupressão no exercício aeróbio intenso e exaustivo.


Com o treinamento intenso e prolongado, pode diminuir a taxa de liberação de glutamina do músculo esquelético e/ou elevar a taxa de captação de glutamina por outros órgãos ou tecidos que utilizam o aminoácido para formar glicose pelo fígado e rins, limitando a disponibilidade de glutamina para as células do sistema imunológico, causando imunossupressão.


A Glutamina é um suplemento também muito utilizado para a melhora na imunidade em pacientes críticos de queimaduras ou traumas, pacientes submetidos a cirurgias e/ou à radio/quimioterapia e em estados de imunodeficiência HIV/AIDS, trazendo respostas fisiológicas importantes, a exemplo do aumento da imunidade. Estudos apontam que a suplementação de Glutamina promoveu redução de infecções e o tempo de internação em pacientes críticos.



Como posso encontrar a Glutamina e onde comprar?

A glutamina é comercializada usualmente como L-glutamina em cápsulas ou pó. A quantidade diária recomendada é de 10 a 15 g para atletas, dividido em 2 ou 3 doses, e de 20 a 40g para outras situações que devem ser sempre avaliadas pelo médico.

Pode ser comprada em farmácias de manipulação, drogarias e lojas de suplementos alimentares.