REMÉDIO PARA MELHORAR A MEMÓRIA

Data: 07/03/2021 - Memória

Veja se estas situações lhe são familiares: onde coloquei a chave do carro? O que eu ia falar mesmo? Como se chama aquele negócio de furar papel? E, assim acontece com as pessoas no dia-a-dia.

REMÉDIO PARA MELHORAR A MEMÓRIA

Às vezes recorremos a recursos que nos auxiliam a lembrar: uma estrelinha de caneta na mão, post its na geladeira, no espelho, no computador, notificação agendada no celular, entre outros.


Para todas as atividades diárias é preciso uma boa memória. Mas, o estresse do dia a dia, a correria, andar no automático, faz com que episódios de falta de memória te peguem de surpresa. Com o avanço da idade, a memória pode ficar ainda mais comprometida e deve ser investigada por um profissional especializado.


Você já parou para pensar que o cérebro humano é um dos órgãos mais complexos que existe, composto de milhões de neurônios que executam diferentes funções, desde uma simples tarefa às mais complexas como armazenar informações, recuperar informações, entre outras.



VAMOS ENTENDER COMO A MEMÓRIA ACONTECE?

Os sentidos da visão, da audição, olfato e tato alimentam o cérebro com as informações das experiências diárias. Estas informações, o cérebro transforma em estímulos químicos que são codificados e transmitidos para os neurônios.


Os neurônios captam os estímulos e armazenam as imagens, áudios, odores e todas informações relevantes para serem usados sempre que for necessário.


Todas as informações que foram codificadas e armazenadas ficam à disposição para a recuperação. Assim, sempre que uma situação exigir relembrar, o cérebro ativa a busca dos “arquivos” onde as memórias para as tarefas estão armazenadas.

O que fazer para melhorar a memória? Quais os tratamentos ou remédios que podem ajudar?

 


O QUE CAUSA FALTA DE MEMÓRIA