O QUE É UC-II? PARA QUE SERVE? ONDE COMPRAR?

Data: 07/03/2021 - Articulações - Ossos

Você já ouviu falar sobre UC-II? O que significa UC-II? Para que serve? Como tomar o UC-II? Com o avanço da idade começam a aparecer dores principalmente nas articulações dos joelhos e quadris.

O QUE É UC-II? PARA QUE SERVE? ONDE COMPRAR?

Estas dores comprometem o desempenho diário, mobilidade e eficiência numa simples caminhada até nas práticas de exercícios físicos, interferindo na saúde e bem-estar.


A dor na articulação é um problema cada vez mais frequente na população mundial e, podem estar relacionadas a diminuição do colágeno que reveste e protege as cartilagens que atuam como um amortecedor que evita o contato e atrito entre os ossos.


Estas dores podem aparecer também em pessoas acima dos 40 anos, praticantes de atividade física de alto impacto, pessoas sedentárias e com sobrepeso, idosos e para as mulheres na menopausa (sofre com a perda na fabricação do colágeno).


Mas, é necessário o diagnóstico com um médico especialista para que seja orientado o melhor tratamento. Em alguns casos, o médico pode prescrever a reposição de colágeno devido suas propriedades terapêuticas no tratamento de doenças dos ossos e articulações.


O UC-II é uma opção eficaz para reposição de colágeno tipo II. Estudos apontam que a suplementação de UC-II mostrou uma melhora nas atividades diárias e consequentemente na qualidade de vida das pessoas que fizeram uso.

Na Biofase você encontra o UC- II com qualidade e garantia.



O QUE É UC-II?

É um colágeno tipo II não desnaturado, derivado de cartilagem de frango, que age com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis e promover a mobilidade e flexibilidade das articulações.



O QUE SIGNIFICA UC-II?

É a sigla para colágeno não hidrolisado tipo II. É fabricado, por processo patenteado, não enzimático, em baixas temperaturas, com o objetivo de garantir a integridade da proteína.



COMO FUNCIONA NO ORGANISMO?

O UC-II atua juntamente com o sistema imunológico, restabelecendo o equilíbrio entre a quebra e síntese do colágeno das cartilagens e, assim, há uma diminuição da inflamação e da dor.