Equinácea 300mg

A planta que estimula o sistema imunológico! “A equinácea é uma planta usada popularmente para aliviar os sintomas de gripes e resfriados e para ajudar no tratamento de infecções respiratórias, principalmente por causa de sua propriedade anti-inflamatória e imunoestimulante. Farmacêutica: Jéssica Lisczkoski.” Saiba mais...



à vista
Ou em até de

  • [[ disc.quantity ]] unidades ou mais: R$ [[ filterMilhar(disc.price) ]] *
  • * valor a prazo por unidade do produto
Mínimo: [[ main.quantity_min ]] unidades

Quem procura este item também se interessa por:

Vitamina D 2000 UI

COMPRAR

R$  25,00 R$  25,00

até 1x de R$  25,00

Equinácea 300mg

COMPRAR

R$  35,70 R$  35,70

até 1x de R$  35,70

Álcool em Gel 70%

COMPRAR

R$  6,00 R$  6,00

até 1x de R$  6,00

Cápsulas para Imunidade

COMPRAR

R$  174,90 R$  174,90

até 4x de R$  43,73

Informações do Produto

Indicações e benefícios da Equinácea:

- Auxiliar na prevenção da gripe, resfriado e infecções respiratórias;

- Auxiliar no reforço do sistema imunológico;

- Anti-inflamatória;

- Antioxidante;

- Antimicrobiana;

- Imunoestimulante;

- Antialérgica.


Modo de usar a Equinácea:

Tomar 1 cápsula até 3 x ao dia por no máximo 8 a 10 dias.


Composição

Equinácea 300mg, excipiente qsp 1 cápsula.



Validade da Equinácea:

4 meses


-------------------------------------------------------------------------------------

SAIBA MAIS

-------------------------------------------------------------------------------------

O QUE É E PARA QUE SERVE A EQUINÁCEA?


A Equinácea é uma planta utilizada para fins medicinais, especialmente no tratamento de gripes e resfriados comuns. Também é usada como adjuvante em tratamentos com antimicrobianos e para melhorar a resposta imune dos pacientes.


A atividade imunoestimulante da planta ou de suas preparações pode ocorrer por três mecanismos: ativação de fagocitose, estimulação dos fibroblastos, e aumento da atividade respiratória, que resulta no aumento da mobilidade de leucócitos.


Alguns estudos in vivo sobre os efeitos imunomoduladores e anti-inflamatórios da equinácea sugerem que a imunidade inata é reforçada pela administração da planta e que o sistema imunológico é fortalecido contra infecções patogênicas por meio da ativação dos neutrófilos, macrófagos, leucócitos polimorfonucleares e células natural killer. Por esta razão, o uso da planta pode ser adequado para prevenção e tratamento de várias doenças infecciosas, como infecções do sistema respiratório, infecções de feridas e infecções pélvicas crônicas.


O uso medicinal das espécies do género Echinacea (vulgarmente referido como equinácea) iniciou-se com os nativos americanos, que as utilizavam para tratar problemas de saúde que iam desde infeções respiratórias a mordeduras de cobras. Durante o século XIX, a equinácea foi usada como um purificador de sangue e no tratamento para as tonturas.


O interesse atual na equinácea foca-se nos seus efeitos imunomoduladores, em particular na prevenção e tratamento de infeções do trato respiratório, nomeadamente constipação comum e gripe.


Para além das propriedades imunomoduladoras, a equinácea apresenta uma ação anti-inflamatória, antioxidante, cicatrizante, antimicrobiana, possui atividade antiviral, é utilizada também para o tratamento da dor de garganta e de dente, inflamações nas gengivas, cicatrizante de queimaduras e em ulcerações crónicas.



Equinácea contra indicações


Devido à possível ativação de agressões autoimunes e outras respostas imunes hiper-reativas, o produto não deve ser administrado em pacientes com esclerose múltipla, asma, colagenose, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS), pacientes fazendo uso de medicamentos imunossupressores, tuberculose e outras desordens autoimunes.


Pacientes com histórico de hipersensibilidade e alergia a plantas da família Asteraceae ou a qualquer um dos componentes da fórmula não devem fazer uso do produto.


Além disso, os efeitos adversos da equinácea podem ser febre passageira, náusea, vômito e gosto desagradável na boca após o uso. Podem ainda ocorrer reações alérgicas diversas, como coceira e agravamento de crises asmáticas.



Referências:

MENDES, Lara Artemisa Rocha. Caracterização de formulações comercializadas contendo Echinacea purpúrea. Experiência Profissionalizante na vertente de Farmácia Comunitária, Hospitalar e Investigação. Relatório de estágio para obtenção do Grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas (ciclo de estudos integrado), UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR, Ciências da Saúde. Covilhã, outubro de 2013.


MARIANO, Ana Sílvia Gama. Influência das condições de extração no Rendimento de extratos de Echinacea purpúrea. Experiência Profissionalizante na vertente de Farmácia Comunitária, Hospitalar e Investigação. Relatório de Estágio para obtenção do Grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas (Ciclo de Estudos Integrado), UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR, Ciências da Saúde. Covilhã, junho de 2014.


OLIVEIRA, Bárbara Gonçalves. AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES ANTIMICROBIANA E IMUNOMODULADORA E QUANTIFICAÇÃO DE MARCADORES VEGETAIS EM EXTRATOS SECOS DE Echinacea Purpurea. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da Faculdade de Farmácia Universidade Federal de Minas Gerais como requisito para obtenção do grau de mestre. BELO HORIZONTE, 2018. Disponível em:

< https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/BUOS-BAVJRA/1/dissertac_a_o_mestrado_ba_rbara.pdf >. Acesso em: 26 de março 2020.

FLORIEN. EQUINÁCEA PURPÚREA. Disponível em:                                                                                                   < http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/EQUINACEA-PURPUREA-1.pdf >. Acesso em: 26 de março 2020.



Advertências:

1. Nunca compre Equinácea sem orientação de um profissional habilitado.

2. Imagens meramente ilustrativas.

3. Pessoas com hipersensibilidade à Equinácea não devem ingerir o composto.

4. Em caso de hipersensibilidade a Equinácea, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.

5. Não use a Equinácea com o prazo de validade vencido.

6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, a Equinácea se manterá própria para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

8. A Equinácea não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

9. A Equinácea não deve ser utilizado durante o período de amamentação sem orientação médica.

10. A Equinácea não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.

11. A Equinácea não deverá ser partida ou mastigada.

12. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

13. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO


"Venda mediante prescrição do profissional habilitado

"Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista"

"A Biofase preza pelos seus produtos, serviços e bem-estar dos consumidores"

"Os produtos Biofase são rigorosamente analisados para garantir procedência, qualidade e segurança."

"Todos os produtos divulgados no site, possuem estudos de comprovação dos seus resultados realizados pelo fabricante do insumo. No entanto, fatores como a resposta de cada organismo ao produto, a correta utilização do produto, alimentação, prática de atividade física e até mesmo fatores genéticos, podem influenciar nos resultados. Sendo assim, os resultados podem não ser iguais à todas as pessoas."

Especificações Técnicas

  • Cápsulas: 30 cápsulas

Avaliações deste Produto