Colágeno tipo II

Data: 10/05/2021 | Articulações

O colágeno tipo II, uma molécula de hélice tripla, é a principal proteína da estrutura da cartilagem, responsável por sua resistência. Às vezes, o sistema imunológico do corpo confunde o colágeno tipo II nas articulações com um invasor estranho e envia anticorpos para atacá-lo e destruí-lo, resultando em comprometimento da flexibilidade e mobilidade articular. O ataque do corpo a si mesmo, chama-se doença autoimune.

Colágeno tipo II

Administrado por via oral, uc2 atua com o sistema imunológico para apoiar articulações saudáveis. Essa atuação ajuda o corpo a diferenciar invasores externos, como bactérias ou vírus, de elementos benéficos, como nutrientes. Pequenas doses de UC-II® por via oral interrompem a resposta imunológica contra o colágeno tipo II na cartilagem óssea das articulações, melhorando assim sua mobilidade e flexibilidade.



Todas as informações sobre o colágeno tipo II


É a proteína mais abundante em nosso corpo, pois é o elemento básico da pele e dos ossos. O colágeno bioativo tipo II é o principal componente estrutural da cartilagem articular. 


Existem 21 tipos diferentes de colágeno: por exemplo, o tipo I está mais presente na pele, ossos, córnea e tendões, e o colágeno tipo II está presente na cartilagem.


O colágeno é uma proteína composta por fibras flexíveis e pode ser encontrada nos tecidos conjuntivos, como a cartilagem que envolve e protege as articulações. Além disso, também está presente nos tendões e na pele.


O colágeno tipo II encontrado na cartilagem articular, cuja função é a união das articulações. Impede a destruição do colágeno articular, evitando assim o aparecimento de doenças como a artrite e a osteoartrite.


Em alguns casos de artrite reumatoide, o uso de colágeno tipo II é recomendado devido aos resultados positivos obtidos em estudos com pacientes.

Devido aos seus altos níveis de assimilação no corpo, não é necessário ingerir grandes quantidades para aproveitar seus benefícios, uma vez que os suplementos à base de colágeno tipo II costumam ter uma assimilação de 70 a 90 por cento.



Benefícios do colágeno




Fortalece os ossos, oferece resistência às articulações, cabelos e unhas. Melhora a firmeza da pele, ajuda o corpo a se recuperar após o exercício e a cicatrizar feridas:


A sua principal função é a resistência à pressão intermitente, razão pela qual o colágeno tipo II é tão importante nas articulações.


Sua função estrutural intervém nos processos inflamatórios: se o colágeno estiver presente em quantidade adequada, é mais difícil o aparecimento de inflamação nas articulações e, portanto, previne o aparecimento de muitos tipos de dores articulares.


Ajuda a obter a hidratação ideal da pele e a prevenir o envelhecimento precoce. É por isso que muitos produtos cosméticos usam colágeno.


Contribui para manter a estrutura e função saudáveis ​​das articulações e melhorar a sua mobilidade: como o colágeno Bioativo tipo II não hidrolisado é capaz de interromper a atividade da enzima colagenase (responsável pela destruição da proteína estrutural da cartilagem), é essencial para promover a saúde das articulações a longo prazo.


Ao colágeno Bioativo tipo II também são atribuídas propriedades anti-inflamatórias, que servem como função de suporte de fortalecimento das articulações para atuar na elasticidade da cartilagem e tendões. Também são atribuídas propriedades oxidativas, tornando-se um poderoso aliado para outros ingredientes, como sulfato de glucosamina e condroitina.


É comumente submetido a um processo de desnaturação para ser utilizado em estruturas como a gelatina, processo que consiste em submeter o colágeno a altas temperaturas, resultando em colágeno desnaturado. 


Portanto, podemos encontrá-lo com 2 nomes de acordo com sua natureza. O colágeno desnaturado Bioativo, que mantém sua forma e propriedades originais e o colágeno hidrolisado, que é outro termo para o colágeno desnaturado.