AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS MANIPULADOS

Data: 13/01/2021 | Metabolismo

Os aminoácidos são biomoléculas que formam a estrutura das proteínas, e contribuírem para a produção de energia metabólica. Aminoácidos essenciais: fenilalanina, leucina, lisina, triptofano, histidina, valina, treonina e isoleucina.

Hoje em dia, é muito comum as pessoas estarem em busca de um corpo perfeito, qualidade de vida e um bom condicionamento físico. Este desejo leva as pessoas de diferentes faixas etárias a se exercitarem mais e alimentar-se melhor.  

Para a prática de exercícios físicos ou de esportes, é essencial manter a energia para garantir um bom desempenho e, consequentemente, adiar o início da fadiga.

É importante conhecer os principais motivos que levam praticantes de atividade física ao uso de suplementos nutricionais a fim de definir melhores condutas e abordagens nutricionais.

Na tentativa de melhorar o rendimento e suprir uma possível lacuna deixada pela alimentação, praticantes de exercício físico e atletas, têm utilizado cada vez mais os suplementos nutricionais buscando o aumento do rendimento esportivo, melhoria da condição de saúde e estética.

Pensando nisso, é interessante entender, como e por que nutrir e suplementar com aminoácido a dieta para prática de exercícios físicos.



O que são aminoácidos?

Os aminoácidos são biomoléculas que formam a estrutura das proteínas, e contribuírem para a produção de energia metabólica. 

Existem vinte aminoácidos protéicos diferentes que estão envolvidos no processo de síntese de péptidos e proteínas, sendo que desses, só conseguimos fabricar 12 e por isso são chamados de não essenciais. Os outros 8 tipos são chamados de essenciais encontrados em uma grande variedade de alimentos que precisamos ingerir. Como muitos aminoácidos são responsáveis pela construção e manutenção da estrutura muscular, tiveram suas fórmulas sintetizadas em compostos para serem utilizados de forma suplementar.



Quais são os aminoácidos essenciais?

Aminoácidos essenciais: fenilalanina, leucina, lisina, triptofano, histidina, valina, treonina e isoleucina.



Vamos conhecer um pouco sobre os aminoácidos essenciais?

Fenilalamina: está ligada à produção de neurotransmissores como a dopamina, que desenvolve funções importantes no cérebro, inclusive relacionadas ao humor.

Leucina: essencial para a regulação do nível de açúcar no sangue e no fortalecimento muscular e ósseo.

Lisina: uso e processamento do cálcio no organismo e, também promove o desenvolvimento de colágeno, que atua no processo de diversas funções do corpo.

Triptofano: convertido em serotonina, o triptofano é essencial para a regulação do apetite, do sono, de dores, bem como do humor.

Histidina: o corpo utiliza a histidina com a finalidade de reparar e restaurar tecidos e por isso, essencial para a saúde dos músculos e é especialmente importante para quem pratica atividades físicas intensas.

Valina: essencial para a manutenção da boa função cognitiva, e também importante para a coordenação muscular. 

Treonina: é essencial para a saúde do sistema nervoso, pois transmite sinais entre as suas diferentes partes e coordena as ações voluntárias e involuntárias.

Isoleucina: age diretamente em conjunto com o metabolismo, sendo essencial para a energia do organismo e, consequentemente, para o controle do nível de estresse.



Como funcionam os aminoácidos no organismo?

Os aminoácidos são absorvidos pela parede do intestino delgado, passam para o sangue e para o fígado. O fígado é um órgão importante para o metabolismo dos aminoácidos.



Quais os benefícios dos aminoácidos?

Os benefícios da suplementação de aminoácidos promovem: melhora do humor e do sono, aumentam o desempenho do exercício físico, podem promover a perda de peso e aumentam a imunidade.



Quais as formulações encontradas para comprar?

Podem ser apresentados em forma pó, cápsulas e líquida.



Como consumir os aminoácidos?

Os suplementos de aminoácidos devem ser ingeridos somente com orientação de um especialista, pois cada suplemento de aminoácido possui dosagens e modos de diluição (misturas) diferenciados.



Quem pode consumir os aminoácidos?

Os aminoácidos são indicados para esportistas, fisiculturistas e praticantes de atividades físicas de forma geral.



Contraindicação

Gestantes, lactantes, crianças e idosos devem evitar o consumo e só fazê-lo com orientação médica.



Cuidados ao consumir os aminoácidos

Antes de ingerir o suplemento de aminoácidos é importante verificar sua composição discriminada no rótulo, se cumpre as legislações higiênicas e sanitárias estipuladas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e possui registro neste órgão.

O excesso de aminoácidos sobrecarrega fígado e os rins, órgãos relacionados ao metabolismo protéico.




Referência

CAMILLO, Estêvão Luiz. Motivos para o consumo de suplementos em praticantes de Atividade física no município de Canela-RS (2017). Disponível em: https://repositorio.ucs.br/xmlui/bitstream/handle/11338/4137/TCC%20Estevao%20Luiz%20Camillo.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 20 dez. 2020)


Sandra Bonfanti

Farmacêutica